Seguidores

quarta-feira, 5 de maio de 2010

Redemoinho

Autor: Elias de Oliveira Vitalino

Estamos num momento onde não sabemos "quem somos", "para onde vamos" ou num cenário ainda pior "para onde deixaremos nos levar".

Aí temos entre outras a atividade delegada (região da 25 de março) parece que funcionou, com um efetivo em torno de 10X maior que o efetivo que era usado pela GCM a PM amenizou bem o problema.

Agora temos uma corporação - fazendo o trabalho que bravamente era desempenhado por outra. Bom com tantos homens empenhados na região central como ficou a períferia da cidade.

Onde mais será que estão com uma atuação tão presente?SP: Maioria dos roubos ocorre na periferia -http://www.brasilcaminhoneiro.com.br/sp-maioria-dos-roubos-ocorre-na-periferia/ Polícia Militar de São Paulo mata 40% mais neste ano, em comparação com 2009 http://noticias.r7.com/sao-paulo/noticias/policia-militar-de-sao-paulo-mata-40-mais-neste-ano-em-comparacao-com-2009-20100504.html -Roubos seguidos de morte aumentam 40% em três meses no Estado de SP - http://noticias.r7.com/sao-paulo/noticias/roubos-seguidos-de-morte-aumentam-40-em-tres-meses-em-sp-20100503.html/

Estes homens são mais necessários no combate aos camelôs da região da 25 de março ou no amparo Legal e dentro da Lei à população de São Paulo? Pois o abuso não pode ser tolerado - no Estado Democrático do Direito - de nenhum tipo , em nenhuma forma.

Uma vez que todos são iguais perante a Lei, inclusive os agentes responsáveis pela aplicação desta. Homem morre em briga de trânsito na zona leste http://noticias.r7.com/sao-paulo/noticias/homem-morre-em-briga-de-transito-na-zona-leste-20100504.html

Por que a períferia e seus habitantes (moradores) pagadores de impostos também são relegados a um plano inferior, menor?

Mais uma vez insisto, estamos em ano eleitoral e como formadores de opinião precisamos buscar conscientizar os eleitores de nossos ciclos da importância de seu voto, pois o que leva este ou aquele candidato a ser eleito é a soma de cada um dos votos depositados na urna.

Vivemos na Democrácia e temos o poder de mudança em nossas mãos mas precisamos saber usar este poder para não entregá-lo a qualquer aventureiro que governará nossas vidas por pelo menos quatro anos e deixará ramificações sabe-se lá por quanto tempo.

Vamos sair deste REDEMOINHO desta música urbana....

............Nas ruas os mendigos com esparadrapos podres cantam música urbana,......

Os PMs armados e as tropas de choque vomitam música urbana,

E nas escolas as crianças aprendem a repertir a música urbana,

Nos bares os viciados sempre tentam conseguir a música urbana.......

E a matilha de crianças sujas no meio da rua - Música urbana......Os uniformes...os lares....as favelas....Coberturas....Quase todos os lugares.
É só musica urbana "Legião Urbana"

E logo, se não aprendermos, não entendermos a importância da política em nossas vidas este redemoinho esta música estará em todos os cantos de fato. E encontrar o caminho de volta a Sanidade, Sobriedade, Racionalidade, Democrácia será muito mais difícil.

Atividade, Coragem e Fé.
Extraído do Blog Por Uma Causa

5 comentários:

  1. Nosso futuro dependerá em muito do que nossos comandantes estão aprendendo na "escola superior de comando", afinal, o que aprenderem lá "em tese" deverão aplicar nos comandados, isto é, nós...
    alguém sabe da grade curricular do curso deles?

    ResponderExcluir
  2. Acredito que o blog está trazendo em alguns artigos interpretações desmotivadoras de nossos colegas. (Não deixam de ter razão. Mas, será que é necessário?)

    Precisamos retomar o objetivo de contribuir no fortalecimento intelectual do nosso efetivo e plantar um pouco mais de otimismo e esperança para todos.

    Não ficou bem claro para mim onde todo esse pessimismo quer chegar ou para onde ele vai nos levar.

    ResponderExcluir
  3. Senhor Inspetor,

    Talvez seja primordial para o nosso desenvolvimento e fotalecimento intelectual uma abordagem dos benefícios que podem trazer a Corporação da realização de uma partita de futebol após o término de aula ou a visita de profissional as nossas instalações.

    Este espaço é aberto a exposição de idéias, que busca desenvolver senso crítico aos interessados, não vendemos sonhos, a realidade é dura e cruel, porém não tenho nada de concreto que possa criar mesmo que uma falsa expectativa de valorização, caso o Senhor possua algo nesse sentido que possa criar um otimismo, por favor divulgue, a palavra é sua.

    ResponderExcluir
  4. Ilustre Senhor Inspetor, respeitosamente me expresso: Certamente vivemos uma situação de "NÃO-motivação extrema" e desrespeito ao profissional. Como podemos estar contentes com situações como as que a categoria vem passando? Creio que deve haver alguma diferença entre o "ciclo" de comando e os comandados, porém, pouco sabemos quanto a nosso futuro profissional e menos ainda quanto a aumento salarial. Quando somos "subordinados" certamente transferimos nossas aspirações, interesses e frustrações aos nossos superiores pois destes parte o "caminho" de nossa vida profissional. Investimentos em equipamentos como uniforme e veículos é interessante, mas, como em qualquer instituição de prestação de serviços, a prioridade é sempre a valorização do "prestador" de serviços, regra básica de administração pública, e, a regra inclui valorização salarial. Não tenho intenção até por respeito profissional, de ser pessimista, mas, sim realista. O Senhor já percebeu como tudo é mais difícil quando é para a GCM? em dois meses foi concretizado convênio com a PM, em 13 dias aumento para algumas pessoas, onde poderíamos ter GCM temos vigilantes particulares e onde tínhamos GCM temos PMs, entre outras situações... Chega de sonhos e promessas; desde esta gestão o que realmente foi feito de satisfatório à categoria do mais antigo ao mais moderno? Claro que temos pontos positivos, mas, profissionais também pagam contas, aluguel, faculdade, etc... Com um salário digno e decente o GCM não vai se importar em estar em uma viatura atrás de bandidos tanto quanto em uma escola da abertura ao fechamento, não vai ver diferença entre apreender mercadorias de ambulantes tanto quanto apreender drogas
    de traficantes...
    Com "probidade" pergunto ao Senhor, quando e quanto teremos de aumento salarial este ano? 0,01%? Não estamos desmotivados sem motivo, e sabemos que é melhor pensar positivo, esconder as mazelas e propagar otimismo, mas um exemplo simples aconteceu comigo! desde que entrei na GCM em 2001 NÃO consigo pagar uma faculdade! passo em qualquer vestibular como já fiz 8 vezes, inclusive pública, mas há livros, alimentação, transporte, trabalhos, etc... e R$ 536,00 NÃO dá! sou casado, tenho um filho e pago aluguel. creio que não sou o único nesta situação... O Senhor tem alguma informação motivadora? Eu tenho, de dezenas de outras GCMs, porém São Paulo não é pequena, mas não creio que o caminho seja "pedir para sair", amo a GCM de São Paulo e enquanto for possível vou permanecer Guarda Civil de São Paulo e lutar pela categoria. Forte abraço.

    ResponderExcluir
  5. Participe da campanha "Música em troca de Fraldas", que visa ajudar às crianças desabrigadas pelas chuvas no RJ:

    Bleffe no #RioUnido

    ResponderExcluir